Ruth Rocha e Otávio Roth: coisinhas à toa que deixam a gente feliz

Acordar com cafuné
Pintinho saindo do ovo
Começar caderno novo
Melar o dedo no mel
Joaninha no nariz

Escrever com esta singeleza é sinônimo de infância. Otavio Roth, artista plástico e autor destes versos, foi uma criança feliz.

Acordar com cafunéSábado, dia 18 de março, a partir das 14h, a Livraria da Vila da rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena, SP será palco de um evento literário em que a escritora Ruth Rocha revive a parceria com o artista Otávio Roth, lançando a coleção infantil Coisinhas à toa que deixam a gente feliz, composta por quatro volumes, dois de autoria de Otávio e dois inéditos de Ruth, à moda de Roth, em edição especial e limitada.

Na dedicatória da primeira edição do livro Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz, Otávio agradece à mãe que o ensinou fazer bolha de sabão na banheira e outras travessuras da infância. Os sabores desses pequenos momentos o acompanharam ao longo de sua jornada. Ana Beatriz, esposa do artista, lembra que quando o marido escreveu os primeiros dois livros da coleção, sua filha, Isabel fazia o pai se divertir com as brincadeiras que inventava Joaninha no narizquando pequena. Ana ainda nos contou que a sensibilidade do artista é fruto das memórias da infância feliz vivida em uma pequena vila na Bela Vista, SP, onde todas as crianças brincavam juntas na rua.

Ruth Rocha, escritora de livros para crianças e adolescentes, compartilha com Otávio este olhar sensível para as pequenas coisas que nos dão tanto prazer e que se transformaram em matéria prima para a coleção escrita pelos dois autores.

A Árvore

Otavio Roth A Árvore 1990

Na tarde do lançamento será apresentada a obra colaborativa e itinerante, A Árvore, de Otávio Roth, 1990. Realizada para um evento na escola das Nações Unidas, a obra sintetiza valores do artista. O compromisso com a paz, a integração entre crianças de diferentes
culturas, a crença na arte como elemento agregador e de sensibilização de adultos e crianças entorno de temas caros a sociedade, como a convivência pacífica, direitos humanos e sustentabilidade, são algumas das mensagens transmitidas por essa grande árvore, composta por folhas pintadas individualmente por mais de 60.000 crianças, de cerca de 70 países.

Para participar desta obra de arte colaborativa, que permanecerá na Livraria da Vila, SP, de 11 a 20 de março, é só se inscrever gratuitamente na oficina “O que deixa a gente feliz”, a partir das 14h, do dia 18. As crianças serão convidadas a se inspirar nos versos e ilustrações dos livros da coleção para criar suas próprias representações de felicidade, desenhando em folhinhas que serão coladas na árvore. Cada folhinha ilustrada traz o nome, a idade e a cidade da criança.

Melar o dedo com melTempo de Creche conversou com Ruth Rocha sobre o processo criativo para elaborar dois dos quatro livros da coleção e reeditar os outros dois do parceiro Otávio Roth.

Tempo de Creche – No processo de escrever os dois novos volumes da série Coisinhas à toa que deixam a gente feliz, como você percebe a relação do adulto com as pequenas coisas que deixam as crianças pequenas felizes?

Ruth Rocha Coisas pequenas que causam alegria às crianças também nos causam, aos adultos, muita alegria. Só assim é que conseguimos seleciona-las para montar estes livros.

Tempo de Creche – Acreditamos que alguns livros, como esta coleção, podem ser apreciados pela família toda: adultos de diversas gerações, jovens e crianças. Como você vê os momentos coletivos de leitura e apreciação dos livros em família?

Ruth Rocha – É muito importante para o bom desenvolvimento das crianças que a família tenha muitos momentos em comum. E se alguns destes momentos forem para a leitura e conversa sobre os livros isso será ainda melhor.

Tempo de Creche – A partir da sua vivência com o universo da literatura infantil, você tem dicas para os professores de crianças pequenas trabalharem com um repertório diversificado?

Ruth Rocha – No Brasil temos uma literatura realmente muito boa. Os professores de todos os níveis deveriam conhecer essa literatura e levá-la para seus alunos. Cada pessoa tem seu gosto próprio. Mas para aprimorar este é preciso ler. Ler muito, ler mais, ler mais ainda.

 Dados da Programação 

Lançamento da coleção Coisinhas à toa que deixam a gente feliz , de Ruth Rocha e Otavio Roth

Começar o caderno novoLocal: Livraria da Vila – Rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena/SP
Data: 18 de março de 2017
Horário: a partir das 14h
Programação Completa

  •  A partir das 14h – Oficinas para as crianças “O que deixa a gente feliz”;
  • A partir das 16h – Lançamento da Coleção com a participação de Ruth Rocha, Ana Roth, Isabel Roth e Mona Dorf. Sessão de autógrafos com Ruth Rocha.

Para saber mais

 Otávio Roth

Artista plástico, fotógrafo e papeleiro. Fundou a primeira oficina de papel artesanal do Brasil.  Além das instalações em papel artesanal, Otávio desenvolveu uma série de instalações participativas, como A Árvore. Como escritor e ilutrador recebeu vários prêmios de literatura infanto-juvenil e foi parceiro em várias publicações da escritora Ruth Rocha

Postado em Ampliação Cultural e tags , , , . Marcado com permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *