Crianças e histórias: uma relação para a vida!

Momento de leitura 2Sabemos que a narração de histórias é importante para as crianças porque percebemos o quanto elas gostam desses momentos. Sentimos o interesse que vai sendo construído à medida que a leitura se estabelece no cotidiano de suas vidas. Quando as crianças recontam as histórias desenvolvem a oralidade. Ao folhear os livros, entram em contato com a língua escrita.

Balão Dúvida p

  • Mas como acontece a relação entre crianças e histórias?
  • Como podemos contribuir para construir o prazer nessa relação?

 

seta horizontalO a 12 meses

Até um ano as crianças gostam de livros que possam sacudir, fazer sons, morder, agarrar, sentir texturas e apertar. Para elas, os momentos de leitura podem ser diários. Nunca é cedo demais para ler para os bebês! Os momentos de leitura nessa fase contribuem para a construção do amor pelos livros. Os pequenos adoram ouvir a voz de seus cuidadores, sentar no colo e mergulhar na aventura da história com ótimas companhias. Essa escuta e as conversas que podem surgir favorecem o aprendizado das palavras. Quando completam um ano, os bebes podem arriscar falar uma ou duas palavras.

seta horizontal1 a 2 anos

Momento de leitura 3A partir de um ano os momentos de história ajudam no aprendizado do significado das palavras. É importante ouvir as dicas das crianças sobre os tipos de livros e histórias que mais gostam. Contar aventuras de infância e mostrar fotos das famílias ampliam o repertório de possibilidades para uma rotina de leitura e narração.

Nessa fase as crianças começam a desenvolver suas opiniões sobre as coisas: gosto/não gosto; quero/não quero; acho graça/tenho medo. Também conseguem juntar duas ou três palavras de seu vocabulário de aproximadamente 30 ou 40 palavras. As histórias podem, então, alimentar o início das conversas.

seta horizontal2 a 3 anos

Por volta dos 2 ou 3 anos de idade as crianças aprendem a fazer de conta. Grande passo no amadurecimento, que desenvolve a imaginação e o raciocínio. Nesta etapa as histórias representam uma matéria prima valiosa para criatividade e para a oralidade, quando os pequenos também são convidados a narrar. Podem falar sobre os sentimentos e expressam as opiniões com as 900 palavras que devem dominar. Assim, as conversas ficam mais complexas e podemos ajudar no entendimento de causa e consequência e na conexão e organização das ideias. Faça perguntas e puxe um papo!

Momento de contação de históriaAs histórias, e as brincadeiras associadas a elas, devem ser repetidas muitas vezes – as crianças se encarregarão de pedir! Elas precisam de várias oportunidades para praticar seus aprendizados porque aprendem pela repetição.

É nesse brincar que surgem as primeiras escritas, que para nós, adultos, parecem rabiscos aleatórios. Ao desenhar sua escrita de palavras e textos, a criança começa a perceber que pode ser incluída no universo letrado.

seta horizontal3 a 4 anos

Momento de leitura 1Por volta dos 4 anos as palavras transmitem informações e ideias. As etapas das histórias começam a ser percebidas: começo, meio e fim. Antecipam os fatos e gostam de falar sobre o que vai acontecer depois . Podem perceber os sentimentos dos personagens e, quando estimuladas, pensar em mudar o rumo das histórias. Nessa fase as crianças podem contar histórias usando as figuras dos livros como guia. Ficam muito interessadas em “ler” sozinhas, recordando as passagens.

A leitura está mais apurada. Reconhecem símbolos (logotipos, sinais etc.), algumas letras (especialmente as do nome) e pequenas palavras que veem escritas com frequência. Brincadeiras com rimas, trava-linguas, poesias e parlendas divertem e enriquecem esse conhecimento.

A escrita também ganha mais corpo com o domínio do uso de giz, lápis e canetas. Podem surgir os desenhos das primeiras letras e a criação de “textos” desenhados continua com intensidade. Por isso é importante registrar junto a elas aquilo que falam, anotar pequenos textos nos desenhos e fazer bilhetes – sem forçar, sem ensinar!

A intimidade e o interesse pela palavra, provocado pelas histórias, constituem a porta de entrada para a cultura. Esse despertar introduz a linguagem, os ritmos e a musicalidade da expressão oral, que irão acompanhar a criança por toda a vida.

Ler para os pequenos é um ato de afeto e de educação!

barrinha colorida fininha

Balão Para Saber MaisLeia mais sobre o tema em:

 

 

Postado em Campos de Experiências e tags , , . Marcado com permalink.

Comentários para Crianças e histórias: uma relação para a vida!

  1. Rosana diz:

     Mas como acontece a relação entre crianças e histórias?

    A criança ao ouvir uma história, entra em um mundo encantado, cheio de mistério e surpresas. É na relação lúdica e prazerosa da criança com a obra literária, que temos a possibilidade de formarmos o leitor.

     Como podemos contribuir para construir o prazer nessa relação?

    Com certeza na exploração da fantasia e da imaginação, para que se estimule a criatividade e se fortalece a relação, entre texto e leitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *