Arte, cultura, expressão e a Base Comum Curricular

A Arte faz a comunicação onde não existem as palavras.
O desenvolvimento social, emocional e cultural de crianças se transforma com o impacto das experiências artísticas.
O que a Base Nacional Comum Curricular fala sobre isso?

Segundo artigo do MOCHA (Museum of Children’s Art – Califórnia, EU), arte na educação infantil é essencial. Ela serve como primeira língua, preparando o terreno para falar, ler e escrever. As experiências artísticas impactam o desenvolvimento social, emocional e físico de crianças de 0 a 5 anos.

Ao envolver as crianças em ambientes e propostas artísticas, contribuímos com a promoção do desenvolvimento do senso estético, da criatividade, motricidade e cognição.

Obras - Tarsila Miro Carlos Cruz-Diez

Campo de experiências experimentação de artes visuaisO texto da versão provisória da Base (BNCC) aponta para a o contato com as culturas locais e de outros países, exploração de materiais, recursos tecnológicos e de multimídias, e a realização de produções prazerosas e inventivas com gestos, sons, traços, danças, mímicas, encenações, canções, desenhos, modelagens, para desenvolver a sensibilidade das crianças.

Aproximar a Arte como conteúdo e ferramenta da educação de crianças pequenas vem sendo apoiada em práticas por todo o mundo e no Brasil. Muitos estudos ratificam a percepção de que Arte, cultura e expressividade contribuem de maneira fundamental no desenvolvimento infantil. seta horizontalDestacamos 16 razões que apoiam esse pensamento:

  • Estudos mostram que as crianças que realizam produções nas quais se expressam leem melhor se desenvolvem mais competências na matemática e nas ciências.
  • Crianças aprendem através dos sentidos e Arte é um excelente instrumento.
  • A expressão deve fazer parte da Educação.
  • Arte desenvolve a identidade e a autoestima.
  • Arte favorece a consciência do ambiente físico.
  • Arte desenvolve a coordenação mão-olho, sons-ritmos-movimentos, criatividade-inventividade-faz de conta.
  • Arte melhora o desenvolvimento das percepções.
  • Arte ensina às crianças que pode existir mais do que uma solução para o mesmo problema.
  • Arte provoca as crianças a se envolverem em resolução criativa de problemas.
  • Quando a Arte é integrada a outras áreas do conhecimento, torna os conteúdos mais desafiadores e atraentes, contribuindo no processo de aprendizagem.
  • O processo de experimentar e vivenciar a Arte apresenta à criança possibilidades, descobertas e liberdade.
  • Arte resgata os recursos culturais da comunidade, criando história e despertando sentimento de pertencimento.
  • Arte envolve diversos atores em torno de seus projetos: crianças, professores, pais, responsáveis ​​pela gestão das escolas e a comunidade.
  • Arte propicia um meio, um terreno comum, para aprender sobre si, os outros e o mundo, trabalhando estereótipos, barreiras e preconceitos.
  • Professores formados (ou autoformados!) em Artes tem sensibilidade, pensamento aberto para pesquisa e experimentação, desenvolvendo uma cultura de perguntas no lugar de respostas.
  • Arte é alimento da alma humana.

seta horizontalO texto da Base (BNCC) traz algumas indicações ao descrever os direitos de aprendizagem das crianças no campo de experiências com as artes:

  • Fazer produções com as linguagens artísticas (música, dança, artes visuais e jogos dramáticos)

Campo de experiências movimento

  • Valorizar as produções das outras crianças (além das próprias!)
  • Desfrutar (fruir) as manifestações culturais locais e de diferentes culturas, desenvolvendo respeito à diversidade
  • Brincar com diferentes sons, ritmos, formas, cores, texturas, materiais não estruturados, imagens, trajes e adereços e, com eles, desenvolver o faz de conta

Campo de experiências jogos simbólicos

  • Combinar o uso de materiais e tecnologias para recriar manifestações culturais
  • Campo de experiências músicaParticipar da organização de passeios
  • Participar da organização, escolha de materiais e produção de eventos, festas, decoração de ambientes e exposição de trabalhos
  • Utilizar diferentes linguagens para possibilitar o contato com manifestações do patrimônio cultural, artístico e tecnológico.
  • Por meio das linguagens artísticas, comunicar com liberdade, criatividade e responsabilidade, os sentimentos e ideias.
  • Experimentar o contato criativo e prazeroso de manifestações artísticas e culturais, locais e de outras comunidades.
  • Conhecer-se, por meio do contato com a cultura, desenvolvendo a sensibilidade, criatividade, gosto pessoal e seu jeito singular de se expressar.

Trabalhar as linguagens artísticas com os pequenos, mediar brincadeiras com diferentes sons, ritmos, formas, cores, texturas, materiais plásticos e  não estruturados, imagens, trajes e adereços, combinar o uso de materiais e tecnologias e promover o contato criativo com a cultura são os pilares desse campo de experiências. Também são aspectos importantes da educação infantil que nem sempre contam com uma formação específica do professor. A importância do desenvolvimento desse campo de experiências não é valorizado por grande parte dos cursos de pedagogia. Assim, cabe ao professor, pessoalmente, estudar, pesquisar e experimentar as linguagens da Arte e buscar envolver-se com a cultura. A visita a museus, a escuta de um repertório diversificado de estilos e gêneros musicais, a frequência em teatros também constroem e complementam a formação e a sensibilização do profissional da educação.

Mas ficam questões: hoje, você sente que tem recursos para desenvolver esse campo de experiências? Quais conteúdos das linguagens das artes são necessários para ampliar a sua qualificação? Para qual dos direitos de aprendizagem você precisaria de mais apoio?

balão opiniãoQUEREMOS SABER SUA OPINIÃO!

Responda a enquete na lateral direita do blog para registramos a sua opinião a respeito dessa questão levantada pela Base Nacional Comum Curricular.

barrinha colorida fininha

Balão Para Saber MaisPARA SABER MAIS

Postado em Campos de Experiências, Coordenação e Gestão, Postura do Professor e tags , , , , . Marcado com permalink.

2 Comentários para Arte, cultura, expressão e a Base Comum Curricular

  1. Josiane diz:

    Blog rico em conhecimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *