Josiane Del Corso: o fazer das crianças e as múltiplas linguagens

Josiane Dell CorsoNa I Mostra Cultura de Infância do Ateliê Carambola Escola de Educação Infantil, Josiane Del Corso, diretora-educadora, nos fala da importância de desenvolver as múltiplas linguagens da criança e de registrar e revelar o seu fazer.

Tempo de Creche Porque fazer uma exposição tão pensada e elaborada numa escola?

Jo Esta I Mostra Cultura de Infância, tem este nome intencionalmente. É a forma como eu acredito que a gente deve revelar o fazer da criança. Fizemos mostras de processos dos trabalhos (das crianças), mais do que o produto em si, que em parte não fica visível (materialmente). A produção da criança é o processo. Eu sempre brinco que chamamos essa forma de documentar de processos documentais, que seriam tudo que a criança viveu no decorrer de um ano, para compartilhar com a família, a comunidade e com os professores. Os vídeos (presentes em todas as salas da mostra) apresentam o fazer da criança na ação, para visualizar a produção. O vídeo e a foto acabam se tornando a forma de revelar a aprendizagem. Este é o motivo desta mostra. É como nós concebemos a infância, com crianças potentes e ativas no processo de aprendizagem. Que venham outras mostras culturais da cultura de infância!

I Mostra Cultura de Infancia - Atelie Carambola

Tempo de CrechePercebemos que o trabalho com todas as linguagens da arte é muito presente nos registros apresentados. Como você vê o trabalho com as artes na educação infantil?

Jo – O currículo da educação infantil deve acontecer dentro das múltiplas linguagens. Por quê? Porque a criança até os 5 anos, a faixa etária que eu trabalho aqui, tem que adentrar nas infinitas linguagens, não em duas únicas, como é comum nas escolas – letramento e a matemática. Então, se você parar para pensar, uma criança que está fotografando está trabalhando com topologia e geometria, e nisso tem matemática, É que muitas vezes nós não enxergamos e não conseguimos identificar (esses conteúdos). Então as artes entram como um fator preponderante num bom currículo da infância. É trazer as múltiplas linguagens para o momento inaugural da criança, e não restringir com apenas duas. Com isso, a criança precisa deste espaço de viver experiências reais e não ouvir o professor e ter que cumprir aquilo que ele pede. É o momento que ela está se conectando como um sujeito ativo no processo de aprendizagem. É por isso.

Tempo de Creche – Como pode ser observado nos registros fotográficos, a Mostra do Ateliê Carambola Escola de Educação Infantil apresenta as diferentes expressões das crianças revelando, assim, a riqueza do seu fazer.

I Mostra Cultura de Infancia - Atelie Carambola 2

 

Balão Para Saber Mais Tempo de Creche – tem uma seção específica para Registro e Avaliação, onde entre outros posts, publicou: Registro e Documentação Pedagógica: da dor de cabeça ao papo cabeça e Por que fazer registros?.

Conheça também sobre a publicação Eco-arte com crianças, da AV FORM, edição Ateliê Carambola Escola de Educação Infantil no post Uma conversa com Anna Marie Holm: arte, natureza e a poesia da infância


barrinha colorida fininha

Josiane Del Corso

Fundadora e Diretora do Ateliê Carambola Escola de Educação Infantil. Pedagoga pela PUC, pós-graduada em Artes e especialista em Linguagens da Arte. Estudiosa da Infância e da abordagem de Reggio Emilia. Professora universitária e membro da Comissão Gestora do Fórum Municipal de Educação Infantil da cidade de São Paulo.

Postado em Palavra da prática e tags , , , , , , , . Marcado com permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *