Rosa Iavelberg: o processo de aprendizagem do desenho na infância

Rosa Iavelberg, educadora, autora do livro Desenho na Educação Infantil fala sobre o novo olhar para o processo de aprendizagem do desenho na infância. 

Crianças CEI NT

 Rosa, são muito difundidos os estudos sobre as fases do processo de desenho na infância. Há um novo olhar para este processo?

Desenhar não é uma questão de dom. O desenho praticado desde a Educação Infantil pode abrir um mundo novo de experiências simbólicas que expandem a imaginação, a expressão e a capacidade criadora.

O que move a criança a desenhar é sua interação com os próprios desenhos e a sua diversidade presente nos ambientes. Hoje não se compreende mais o desenho da criança passando por fases de desenvolvimento de modo espontâneo e sim, que todos os alunos podem aprender a desenhar com orientação didática adequada sem ter medo de criar.

Cada criança dialoga com seu desenho e com o dos colegas e, nas situações educativas, mostra interesse por aprender de modo compartilhado transformando níveis de menos saber desenhista para outros de mais saber, alcançados em múltiplas interações, não apenas do desenhista com sua própria produção e com a de seus pares, mas também com a produção sócio-histórica de desenhos feitos por artistas.

A aprendizagem, orientada deste modo, impulsiona o desenvolvimento do desenho desde seus primórdios pré-simbólicos, ou seja, das garatujas. O desenvolvimento do desenho deve ser considerado em cada contexto de realização, sempre respeitando a singularidade de cada criança. Essa diversidade é inclusiva e visa à participação de todos com sentimento de competência para desenhar.

Portanto, o desenho tido como espontâneo pela escola renovada deu lugar ao desenho cultivado, ou seja, que é influenciado pelas culturas de desenhos (são várias), mas preserva a criança enquanto sujeito criador que produz seu desenho com marca própria.

Desenho na Educação Infantil

Balão-Para-Saber-MaisPara ler mais sobre este assunto, leia o livro Desenho na Educação Infantil , Coleção Como Eu Ensino da Editora Melhoramento.

Leia também no Tempo de Creche: Desenhar, desenhar, desenhar.., Todos os dias!; Desenhos: espelho do desenvolvimento infantil

 
barrinha colorida fininha
 Rosa Iavelberg

Professora da graduação e pós-graduação do Departamento de Metodologia de Ensino da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Trabalha com formação de professores na Educação Escolar e Social. Assessora escrita curricular da rede pública e privada do ensino.

Autora dos livros: Para gostar de aprender arte: sala de aula e formação de professores, Artmed, 2003; O desenho cultivado da criança: práticas e formação de educadores. Porto Alegre: Zouk, 2006; Desenho na educação infantil. São Paulo: Melhoramentos, 2013.

Postado em Campos de Experiências, Linguagens Expressivas, Palavra de... especialista e tags , , , , . Marcado com permalink.

18 Comentários para Rosa Iavelberg: o processo de aprendizagem do desenho na infância

  1. Karyna Cristina de Souza Fermino Delaghneis diz:

    É muito gratificante como eles entram no mundo da imaginação através do desenho.

  2. Janierk Francelino diz:

    Desenho e expressao e sentimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *