Três dicas de materiais inusitados e uma para ajudar na bagunça!

dicas de materiais inusitados para Educação InfantilO levantamento dos interesses das crianças deve direcionar o planejamento das propostas na Educação Infantil. Nossa experiência aponta algumas atividades com vivências que sempre despertam interesse, pesquisa, descobertas e conquistas, por conta de materiais inusitados. 

Trazemos três dicas de propostas que podem ser combinadas aos projetos da turma e uma dica para facilitar a organização de atividades “melequentas”:

 

 

Balão numero 1Meleca de amido

A massa de amido e água, combinadas numa certa proporção, se constitui num líquido viscoso com propriedades diferentes dos líquidos comuns. Falamos dela no post Afinal, o que é Arte na Educação Infantil?. Essa “meleca” fica mais dura quanto mais força colocamos nela, escorre pelos dedos com pingos longos e grossos e desafiam as crianças a controlarem sua ação. É conquista certa!

meleca de amido

Você vai precisar de:

Use uma xícara para medir (assim a proporção se mantém se for necessário dobrar a quantidade, por exemplo). Para uma turma de 15 a 18 crianças a quantidade indicada é de 400 a 500g de amido.

  • 1 xícara de amido de milho
  • 1 vasilha ou panela grande
  • corante de alimento (2 gotas – opcional, uma ou várias cores)
  • 1/2 xícara de água

Como preparar:

  • Primeiro organize o espaço cobrindo uma mesa ou um balcão com o jornal
  • A seguir coloque o amido de milho na vasilha. Adicione uma ou duas gotas de corante de alimento (na cor escolhida). Adicione lentamente a água, mexendo o amido de milho e a água com as mãos (use luva para manter a mistura higienizada) até que o pó esteja todo úmido.
  • Continue adicionando a água até que a Meleca fique parecendo um líquido se você mexe devagar. Depois, com seu dedo ou com uma colher, tente dar tapinhas na superfície da massa. Quando a Meleca estiver no ponto, não vai espirrar, vai parecer sólido. Se sua Meleca estiver muito seca, coloque, aos poucos, mais água. Se estiver muito líquida, coloque um pouco mais amido de milho.
  • Pode ser preparada com antecedência e guardada em recipientes ou sacos plásticos bem fechados (na geladeira, se for demorar para usar). No dia de sua utilização é só “acertar” o ponto.
  • Recomendamos dividir a mistura em bandejas rasas e distribuir entre a turma. Potes, pazinhas e colheres ampliam a brincadeira.
  • A Meleca está pronta para a brincadeira!!

Balão numero 2Areia da Lua

É uma massa maleável, que parece uma areia muito boa para moldar e, ao mesmo tempo, instável, que se desmancha facilmente. No exterior é vendida pronta como um brinquedo. Mas existe receita para fazer algo semelhante, com areia, amido de milho, óleo de cozinha, vinagre, detergente e água.

Essa receita dá para uma bacia, que atenderia 4 ou 5 crianças. Para mais crianças será necessário dobrar ou triplicar a receita e conseguir mais bacias.

Areia cinética

Você vai precisar de:

  • 5 xícaras de areia já peneirada (quanto mais fininha e seca melhor!)
  • 1 xícara + 3 colheres de sopa de amido de milho
  • 1 xícara de água com ½ colher de chá de detergente + 1 colher de sopa de vinagre (para conservar)
  • 3 colheres de sopa de óleo de cozinha ou óleo de bebê

Como preparar:

  • Coloque numa bacia a areia peneirada e a maizena. Misture bem os dois ingredientes até ficarem como um só.
  • Acrescentar aos poucos a água com o detergente e o vinagre. Ir misturando e testando a consistência da areia (fazer bolinhos e ver se ficam estáveis. A quantidade de água varia conforme a humidade da areia que vai ser utilizada.
  • Depois que a consistência estiver boa para moldar, vá acrescentando as colheres de sopa de óleo, de uma em uma, até perceber que a moldagem melhorou e a mistura fica menos espalhada na bacia. Na nossa mistura usamos 3 colheres de sopa de óleo.
  • Potinhos, forminhas, colheres, pazinhas, carrinhos e outros objetos pequenos ampliam a experiência.

Balão numero 3Arroz para pegar e transferir

No lugar de caixa de areia, que tal caixa de arroz? O arroz pode ser apanhado de diversas maneiras e transferido também. Em caixas grandes é possível enterrar pequenos objetos para serem descobertos. Pode ser guardado e reutilizado diversas vezes. Juntamente com potes e colheres, são um desafio divertido.

arroz para educação infantil

Balão numero 4

Lona plástica para organizar e facilitar

Publicamos no post Projetos e temas: um convite à aventura que gostamos de trabalhar com lonas plásticas para forrar as salas nos momentos de experiências com materiais que fazem bagunça. São aqueles plásticos grandes, utilizados em obras, que podem ser comprados por metro. A arrumação no final da atividade fica mais ágil e fácil e podemos deixar as vivências acontecerem com liberdade. Ao encerrar, se não puder limpar a lona na hora, com a ajuda das crianças, é só recolher e deixar num local para ser limpa em outro momento. As lonas fazem um barulhão e impressionam as crianças pelo tamanho. Esticar o plástico no chão com a ajuda delas provavelmente vai transformar a ação numa grande brincadeira, que pode aquecer o foco para a atividade.

lona plastica para educação infantil

Postado em Brincar e Aprender, Tempo, Espaço e Materiais. Marcado com permalink.

14 Comentários para Três dicas de materiais inusitados e uma para ajudar na bagunça!

  1. Rosângela diz:

    Adorei a ideia e mais ainda a forma de manter a lona organizada apos o uso.Show!!!

  2. Gostei muito das sugestões.
    obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *