Festa Junina: oportunidade para trabalhar com a equipe de educadores

Neste post propomos uma conversa sobre como transformar as comemorações tradicionais, como a Festa Junina, em oportunidade para trabalhar e refletir com a equipe de educadores.

Criatividade e unicidade na festa Junina

Para começar com algumas reflexões…

Como uma obrigatoriedade (em participar ou promover as comemorações) pode contribuir para a reunião pedagógica e ser um momento de construção e trocas entre você e seus educadores?

Como a creche pode se organizar para desenvolver uma atividade criativa que possibilite a participação de todas as crianças na organização da festa junina, sem significar sobrecarga ao educador?

Como a organização da festa pode ser o planejamento semanal para cada sala de aula, atendendo às diretrizes da Secretaria?

Dependendo do olhar, os três tópicos podem estar interligados. Pode existir uma conexão entre eles.

Guignard

Você tem que fazer uma proposta para a festa junina que não repita a do ano anterior.

seta vertical

 Esta proposta, para ser saborosa e cativante deve atender a vontade das crianças, trazida pela voz dos educadores que vem conversando com elas.

seta verticall

Trabalhar com aquilo que é construído por todos gera envolvimento, motivação e sentimento de pertencimento.

seta verticall

 Aproveitar a oportunidade para trabalhar a coordenação dos conteúdos e da sua equipe desenvolvendo “uma liderança que constrói”

seta verticall

O planejamento das atividades bem estruturadas e planejadas trará aprendizados para todos.

 

O fazer… crianças, educador, espaço e tempo

 “Colocando a mão na massa”, realizar uma série de encontros/reuniões com a sua equipe pedindo que cada educador levante com suas crianças o que conhecem sobre a festa, quais músicas, danças, comidas e brincadeiras já viram. Pode ser o início de um processo que colhe os costumes culturais da comunidade em que a creche se encontra.

balao dica blogVocê pode envolver os outros funcionários na pesquisa e escolha do tema, promovendo o envolvimento e a motivação de toda a Creche no projeto e estreitando laços entre a coordenação e todas as equipes que compõem a instituição.

Com os levantamentos o envolvimento da equipe será maior e engajará todos na execução.

Com toda essa riqueza, certamente a festa vai ter a cara da sua instituição, da comunidade e, melhor de tudo, vai ao encontro da motivação de todos.

O Tempo de Creche também sugere uma forma de provocar o contagio do espírito junino propondo que a decoração seja realizada pelas crianças e educadores unidos em projetos específicos de cada sala.

A ideia é que cada sala (educador e crianças) pesquise um tipo de lanterna, bandeirinha diferente e interessante para ser desenvolvida e assim, contribuir com a decoração geral da instituição. Esse tipo de projeto pode dar oportunidade para você construir com a equipe a importância da pesquisa do tema, a construção conjunta de um projeto com as crianças e a realização de uma produção que gere vivências, experiências e aprendizados para crianças e educadores.

Outro projeto que pode entrar também na pauta é a construção de adereços para as crianças manusearem e brincarem na festa.

Separamos uma proposta de atividade que aborda as origens culturais da Festa e um projeto para trabalhar campos de experiência por meio de adereços para decoração. Confira clicando aqui.

Conquistas da Experiência

Para finalizar, esse desenvolvimento poderá trazer:

  • Ampliação dos conhecimentos por meio da pesquisa da cultura do país e da comunidade com relação às Festas Juninas
  • Valorizar a cultura de todas as famílias envolvidas na creche uma vez que a pesquisa resgata seus hábitos e conhecimentos
  • Melhoria nas relações coordenação-equipe(s)

barrinha colorida fininha

 

Balão Para Saber Mais

Leia sobre práticas e a cultura da festa junina emCultura da Festa Junina numa experiência de cores; Projeto: “A arte pinta da festa junina” e Passeando pela cultura, descobrindo a festa junina 

Leia sobre coordenação de equipe: Um caminho para preparar reuniões e paradas pedagógicasCoordenador: Roteiro de ações e formação de educadores; Palavra de… Maria Alice Proença: a cultura do fazer coletivo na Educação

 

 

Postado em Coordenação e Gestão, Manifestações Culturais e tags , , , , , . Marcado com permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *