Uau! Passeio na rua… fora da creche… é muita aventura e descoberta!

Visita a galeria na Educação InfantilExperimentar um passeio curto com as crianças, nos arredores da creche,  é fonte de pesquisa inovadora e motivadora do processo de crescimento.

Balão-Dúvida-pVocê já pensou em levar sua turma para conhecer o quarteirão da creche? O que tem para conhecer por perto? Tem praça com verde? Tem canteiros com  flores? Há uma instituição cultural  no bairro?

setaAntes das respostas… uma reflexão:

Os passeios instrutivos - Frato

Na tirinha do Frato* vemos uma atividade de passeio com as orientações do professor.
Balão-Dúvida-pO que você acha que aconteceu para que o menino fizesse o desenho como vemos na tirinha?
Você acha que passeios assim acontecem?
Como os pequenos se sentem e como se comportam ao saírem da creche?

Pensando no que fazemos… provocando desejo de mudança…

As crianças provavelmente conhecem e utilizam todos os espaços da creche. Permanecem dia após dia em salas mais que conhecidas… sempre com os mesmos brinquedos… sem nenhuma mudança instigante…

Balão-Dúvida-pPorque fazer uma caminhada com a sua turma?
Por que a experiência e a vivência são únicas!

observações no Passeio da crecheO Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil afirma que as crianças constroem o conhecimento a partir das interações que estabelecem com as outras pessoas e com o meio em que vivem. Então, as aprendizagens são construídas com as pessoas e os espaços! A interação com adultos e outras crianças ajuda o pequeno a significar o mundo e a si mesmo, a realizar um número crescente de diferentes aprendizagens e a constituir-se como um ser histórico singular.

Nessa jornada, cabe ao educador a imprescindível tarefa de planejar, participar, mediar e proporcionar às crianças um espaço físico adequado, provocador, um ambiente acolhedor e seguro. Assim, as crianças podem, de várias formas, conhecer e experimentar o ambiente em que vivem, com interferências que, de maneira indireta, ampliam suas pesquisas e enriquecem as descobertas.

pesquisas no Passeio da crecheAssim, a ocupação de diferentes espaços é fundamental para a formação integral dos pequenos, amplia a visão de mundo e a bagagem de conhecimentos, fortalece os vínculos e estimula a socialização.
Uma saída da creche consiste na oportunidade que o grupo tem em ultrapassar o ambiente da sala, podendo conhecer novos lugares e diferentes situações de pesquisa e aprendizagens: uma aventura! A criança certamente usará todos os sentidos nas novas descobertas, o que contribuirá para o seu desenvolvimento cultural, social, pessoal e intelectual.

Planejar e garantir uma boa jornada…

passeio na Educação infantilPara a creche, a saída pode acontecer como uma continuidade da pesquisa em sala dos diferentes grupos. É uma forma de ampliação dos interesses. Pode ser, por exemplo, um passeio temático, ligado ao Projeto, para acrescentar e aprimorar essa pesquisa. Pode ser para as crianças conhecerem o bairro onde moram, a partir do quarteirão e das ruas mais próximas. O objetivo é trazer o desconhecido para ser pesquisado, descoberto e ampliar gradativamente os espaços utilizados pelos grupos em suas brincadeiras. É a aventura das crianças que se apropriam de novos lugares e fazem suas descobertas, exercitam-se em uma caminhada… e uma infinidade de situações desafiadoras que geram crescimento.
Você já pode visualizar as possibilidades?
Quais os movimentos que os pequenos vão fazer? Dá para correr em segurança? Dá para rolar na grama?… E subir… e descer… e escorregar… e agachar… e observar… e conhecer e…

Por onde começar?

Entender as possibilidades de cada faixa etária é o 1º passo para pensar o percurso e o tempo que aguentam [necessidades de hidratação e fisiológicas].

  • Turma 1 – Grupo dos menores… 6 meses a 1 ano. Se a creche tem grupos de berçário I o desafio da excursão pode ser os espaços da própria creche! Cada momento de brincadeira planejado poderá acontecer em um espaço diferente, com materiais diversos. A duração gradativa do tempo da brincadeira é parte da conquista das crianças.
  • Turma 2 – Berçário II… 1 a 2 anos. As crianças já são maiores, mas ainda bastante dependentes. A brincadeira em espaços abertos provoca ensaios de corrida em velocidade. Ter espaço externo amplo e seguro é o maior desafio! Praças com gramados amplos são ideais.
  • Turma 3 – Mini grupo I… 2 a 3 anos. As crianças já apresentam maior independência, habilidades e organização. Iniciar os passeios pela creche possibilita a aprendizagens de regras e limites importantes para as excursões mais distantes.
  • Turma 4 – Mini grupo II… 3 a 4 anos. As crianças aproveitam ao máximo todas as oportunidades do desconhecido e da aventura. Observam e experimentam, fazendo muitas e curiosas descobertas.

O 2º passo é conhecer o espaço e o caminho a ser percorrido, antes de levar as crianças

Esse é um ponto importante! Levante o que pode interessar as crianças no percurso do passeio para planejar as paradas, trajetos mais fáceis, interessantes e seguros. Conhecer os ambientes antecipadamente também vai ajudar a se preparar para quando conversar com as crianças sobre o passeio e acertar os combinados.
Construa a ideia da aventura junto com os pequenos. Pergunte o que elas acham que vão encontrar, como elas pensam o percurso, ouça as perguntas e as explicações sobre suas hipóteses.

Cuidado! O passeio não deve ser uma caminhada onde a criança de trás só enxergar a cabeça do colega da frente. É um percurso de descobertas das cores, das formas encontradas, sensações da vida!

passeio com chuvaE o tempo/ clima? Qual estação do ano é mais indicada para a caminhada? Acreditamos que tempo frio e chuvoso deve ser o único contratempo! Frio faz parte da natureza e do dia a dia de muitas regiões e um agasalho assegura a experiência. Mas, chuva no verão pode trazer incríveis descobertas!

Quanto ao caminho, existe uma pracinha? Tem algum canteiro nas calçadas? Alguma casa tem bichinhos de estimação que podem ser avistados da rua? Existe algum espaço em que se possa parar para brincarem? Por quanto tempo?

Para não esquecer e prever:

  •  lanche no passeio da crecheÉ um ponto essencial de segurança que o número de adultos para monitorar todas as crianças seja adequado. Não podemos perder ninguém da vista! Como também levar kit de primeiros socorros e treinar os adultos responsáveis para usá-lo.
  •  Os passeios nas redondezas da creche também necessitam do conhecimento dos pais e responsáveis, com uma autorização escrita, assinada com antecedência.Toda criança deve levar alguma identificação pessoal durante as saídas, mesmo que seja uma voltinha no quarteirão. Ter uma camiseta ou avental da creche ajuda na identificação do grupo.
  • É interessante também fazer uma lista para não esquecer o que é necessário, como agasalho, água, lanche – se for um período mais longo, além dos acessórios e materiais para as atividades previstas.

corda para organizar a fila

  • Uma sugestão interessante é fazer uma corda divertida para as crianças segurarem enquanto se deslocam. Uma corda grossa, no comprimento da fila, ajuda a organizar o passeio. Para dar um toque lúdico você pode amarrar pedaços de diferentes retalhos, peças que sobram de brinquedos ou tiras de papel crepom coloridas.
  • Lembrar que o tempo das crianças é outro, diferente daquele do adulto. Precisamos prever e dar este tempo para elas se deslocarem confortavelmente e em segurança, e fazerem suas descobertas. O tempo é uma questão de fundamental importância no contato e na familiaridade com um espaço novo.

Registrar as pesquisas, as descobertas e retomar a memória com os pequenos é fundamental!

Voltando, converse sobre as primeiras impressões. Vai estar tudo quentinho na cabeça e no coração! E a conversa vai ficar mais rica.
Desafiando a tirinha do Frato, você pode sugerir um desenho sobre o que mais gostaram – coletivo ou individual – e pendurar na sala para marcar o encantamento da jornada!

Balão-Para-Saber-MaisPara saber mais:

* Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil RCNEI, 1998, vol. 01 p.21-22
*Frato – Os passeios instrutivos – do livro 40 anos Com Olhos de criança Francesco Tonucci – Artmed, 2008

Estas dicas podem pedir sugestões de brincadeiras e materiais. Para se inspirar veja as postagens:

Balão-crédito-imagensCréditos das Imagens, na ordem que estão publicadas:

www.agencia.ac.gov.br
crechecarmen.blogspot.com
www.ciellacerdopolis.blogspot.com.br
www.scmplima.pt/
educacaoinfantilsetrem.blogspot.com
educacaodeitapoa.blogspot.com
www.pipoqueiro.com
www.jovemmae.com
educacaoinfantilsetrem.blogspot.com
educacaoinfantilsetrem.blogspot.com
facebook.com/AssociacaoNossaTurmaSP
lasalle.edu.br
www.uff.br

seta

Postado em Palavra da prática, Planejamentos e Atividades e tags , , , , , . Marcado com permalink.

Comentários para Uau! Passeio na rua… fora da creche… é muita aventura e descoberta!

  1. Recebemos e agradecemos a notícia de que crianças bem pequenas aproveitam muito as saídas da creche!
    Profª Luana, Novo Hamburgo- RS: Minha turma do ano passado, de bebês 0/1, fez um passeio a um parque do bairro, fomos de topic pois muitos não caminhavam ainda e era longe para ir a pé. Foi um momento lindo, feliz e de exploração! Com a turma deste ano de 3/4 fizemos um passeio a pé até uma fruteira próxima à escola, comprar algumas frutas, parti-las e conhecê-las… elas não conheciam a fruta mamão inteira, só picada e ficaram muito surpresas quando vimos várias frutas, como eram por dentro e por fora. Fora o encanto do caminho, procurando passarinhos, vendo o formato das nuvens, sentindo o sol, o vento… tudo de bom é a infância!
    Estamos aguardando os registros para compartilhar com todos!
    Profª Luana, Novo Hamburgo- RS: Vou enviar sim. Foi maravilhoso. Não sei quem era mais feliz, se a professora ou as crianças Emoticon heart

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *