Um roteiro para começar registro e planejamento – parte 1

Registro e Planejamento na Educação Infantil: esse é um assunto que não se esgota!

Experimente o Olhar - Registro na Educação Infantil

A infância tem seus ritmos. Que oscilam como as fantasias de um faz de conta. Reconhecemos as potencialidades das crianças e sabemos que podemos ampliar seus repertórios culturais, contribuir com o aprofundamento de suas pesquisas e trazer para a creche muitos conteúdos e experiências…

…mas quais?

Quando? Em que momento podemos ou devemos intervir?

Qual a dimensão daquilo que podemos considerar “currículo” de trabalho na infância?

Essas perguntas já foram feitas, respondidas e refeitas. Ainda assim, a prática do dia a dia parece se impor às demandas e aos projetos inspirados nos interesses dos pequenos. Aí professores e turmas são atropelados pelos horários determinados, arrumações, limpezas de sala e uma logística de materiais que prevê antecipação.

E assim… bate aquela sensação de frustração. Porque somos cuidadores e professores! Reconhecemos que as crianças aprendem em todas as situações e momentos da rotina, mas queremos ir além e trazer mais conteúdos culturais e de interesse para a turma. Quando não conseguimos viabilizar esse tipo de trabalho nos sentimos frustrados e abatidos.

Se você acompanhou até aqui essa trajetória de pensamentos, já percorreu uma trilha de reflexões. Isso representa empenho para buscar novas formas de olhar e, consequentemente, de pensar a sua Rotina.

Num post publicado em duas partes vamos sugerir um roteiro para guiar a ação de registrar e refletir sobre as atividades que você já planejou e ainda não desenvolveu. É começar pelos REGISTROS, isso mesmo! Sem mudar nada do que você vem fazendo, por enquanto. É passar a registrar o seu dia a dia com as crianças, porque …

 … A PRÁTICA É O CONTEÚDO DA REFLEXÃO!

Em resumo, olhar a prática para:

  • Identificar
  • Reconhecer
  • Perceber e sentir

Suas ferramentas: caneta, papel/caderno e máquina fotográfica/celular com câmera

Antes de iniciar… uma inspiração da mestre Madalena Freire:

Madalena Freire

Balão na PráticaRoteiro para começar a olhar as suas propostas 

O que eu posso perceber

Essa parte do roteiro diz respeitos aos fatos observados. É registrar as observações de acordo com o que foi proposto, acompanhando o roteiro abaixo. Nesse momento atenha-se aos fatos ocorridos e esqueça a Reflexão! Ela virá depois, com as informações em mãos (na segunda parte desse post).

Balão numero 1 Olhar para o coletivo

Como o grupo se comportou diante da proposta?

  • Quantos se envolveram de fato?
  • Quanto tempo durou?
  • Como foi a introdução (o despertar para o tema), o desenvolvimento (o explorar e descobrir) e o fechamento da proposta (acabando a brincadeira suavemente)? Para saber mais sobre essa questão acesse o post Educação Infantil: planos e propostas.
  • Quais aprendizados ocorreram com mais frequência?
  • Quais dificuldades surgiram no grupo?

Balão numero 2Olhar para o individual

Nesse item cabe uma explicação:

É esperado que cada criança seja observada, tenha seu desenvolvimento registrado, estas informações possam alimentar uma reflexão a respeito de seu aprendizado e amadurecimento e inclusive subsidiar os relatórios para pais e coordenação. Mas como fazer isso com uma turma de pelo menos 10 crianças, tendo que cuidar, conduzir e mediar as atividades?

Veja, não é esperado que essa observação e registro ocorra com TODAS as crianças e em TODOS os momentos! Isso é impossível!

Uma forma de conduzir essa questão é fazer uma SELEÇÃO das crianças a serem observadas a CADA SITUAÇÃO. Por exemplo, se numa atividade com objetivo de trabalhar deslocamentos você já tiver identificado algumas crianças que tem dificuldades e quer focar essa questão com elas, selecione esse pequeno grupo para fazer os registros individuais. Na hora da história você pode selecionar outras crianças e assim por diante. Ao longo de um período todas as crianças serão individualmente observadas e será possível determinar os aspectos que precisam de foco nas próximas atividades. 

  • As crianças selecionadas para a observação foram acompanhadas durante a atividade? O que foi registrado?
  • Quais informações foram levantadas?
  • Quais as dificuldades e conquistas identificadas?

Balão numero 3Olhar para o uso dos espaços e dos materiais

  • Quais espaços foram utilizados? Como foi o aproveitamento e participação das crianças neles?
  • Quais materiais foram utilizados? Quais despertaram maiores desafios e foram mais explorados?
  • Quais espaços e materiais “prenderam” as crianças na exploração?
  • Como foram percebidos os espaços e materiais com relação à segurança das crianças?

Balão numero 4Olhar para os interesses, pesquisas e contribuições das crianças

  • As crianças apresentaram interesses e pesquisas que podem ser aprofundadas? Quais foram? Quais crianças trouxeram as contribuições?
  • Esses interesses foram compartilhados por outras crianças?
  • Quais interesses vêm se repetindo?

Experimente o Olhar 2 - Registro na Educação Infantil

Desafie suas crianças com propostas de atividades e se desafie a olhar, perceber e registrar o que acontece. Você já tem uma sugestão para direcionar suas anotações, agora é experimentar!

Leia a segunda parte do post, com o roteiro para refletir sobre as anotações, encaminhar o planejamento e uma sugestão de formato de Registro.

Balão Para Saber MaisPosts já publicados sobre Registro e Planejamento:
Na prática: a documentação pedagógica, relatos, registros e reflexões
Registro e Documentação Pedagógica: da dor de cabeça ao papo cabeça
Por quê fazer registro?
Gisa Picosque fala sobre a importância de fazer registros e sua arte

 

Postado em Registros e Documentação e tags , , , , , . Marcado com permalink.

22 Comentários para Um roteiro para começar registro e planejamento – parte 1

  1. Flavia diz:

    Parabéns.
    Estou impressionada com tantos materiais significativos e de acordo com a realidade, sou coordenadora pedagógica e agora vou utilizar muito a página.
    Muito bom !!!!

  2. Tatiane da Silva Alves diz:

    Acabei de chegar e já estou encantada com a riqueza dos conteúdos disponibilizados. Muito obrigada, estou adorando!

  3. Miriam Lopes Girelli diz:

    Bom dia!

    Agradeço as publicações tem contribuído muito o meu fazer Pedagógico.

  4. fabi diz:

    ola´por favor sera´que podiam me enviar alguns registros feitos por educadores de creche?

    • Olá Fabi!
      Você procura algum modelo para compreender melhor o registro? É isso?
      Já leu a postagem Pauta do Olhar: o que o professor precisa olhar para registrar, acredito que possa te ajudar.
      Abraço!

    • GOSTARIA DE RECEBER ALGUNS RELATÓRIOS FEITOS POR PROFESSORAS DE CRECHE.
      TANDO NO INDIVIDUAL COMO NO COLETIVO..

      • Olá Simony,
        Temos um roteiro de questões para orientar o percurso da elaboração dos relatórios na postagem “Um guia para a jornada do relatório individual”. Mais do que um modelo padrão, que não responderia às questões singulares de cada professor e suas crianças, propomos um roteiro de perguntas organizadas no formato de tabela. Este material pode auxiliá-la no primeiro passo para construir o seu próprio jeito de relatar e falar sobre as conquistas dos seus pequenos para as famílias.
        É importante lembrar que o fio condutor das narrativas é tornar evidente as aprendizagens, que não são padronizadas e, pelo contrário, são sempre singulares.
        um abraço,

  5. jcalore diz:

    não consigo publicar….

    • Recebemos, sim, todas as suas tentativas de publicar,!!!
      Pedimos desculpas pela dificuldade que sentiu em publicar seus comentários, mas são enviados direto ao “espaço interno do administrador” do blog para serem, posteriormente, publicados.
      Muito obrigada pelo interesse em compartilhar sua experiência. Um grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *